Home > Blog > CCAção > CONSUMIDOR 2.0

Por Rodrigo Fukunaru – CCA.

O advento da web 2.0 que permitiu a qualquer pessoa no mundo com conexão a rede publicar qualquer tipo de conteúdo, também trouxe uma nova realidade para a maneira como nós consumimos serviços e produtos.

Você já deve ter notado que a grande maioria dos seus concorrentes tem qualidade, preços e prazos de pagamentos equivalentes aos seus com pequenas alterações para mais ou para menos. A distância entre uma empresa e outra vem se tornando mais intangível com o passar do tempo.

Como diferenciar sua empresa dos outros concorrentes neste mundo globalizado em que o diferencial vem virando commodities? Para que o empresário tenha um ponto de partida para sua estratégia, é preciso primeiramente esclarecer que nem tudo o que é diferente constitui um diferencial. Um diferencial é algo que sua empresa tem, e que possui um grande grau de dificuldade para ser copiado pela concorrência. E para encontrar um diferencial é necessário que o empresário esqueça seus gostos e opiniões na hora de elaborar uma estratégia, pois nem sempre os seus clientes são constituídos de pessoas da mesma faixa etária, classe social, posição política, religião, sexo, etc. Ou seja, é necessário que o empresário entenda os gostos do seu público para entender suas necessidades e desejos e assim poder satisfazê-los por meio de uma oferta de mercado satisfatória.

Uma maneira muito eficiente de conquistar um diferencial de mercado é investir no atendimento ao cliente, este contato pode gerar resultados surpreendentes se trabalhado da maneira correta. É preciso que o empresário atente para a criação de uma filosofia de atendimento que deverá resistir ao turnover e que será apresentada por meio de treinamentos aos novos colaboradores.

Outra maneira de fazer do relacionamento com o cliente um diferencial, é interagir por meio das redes sociais com seus consumidores. As redes sociais possuem a interatividade e a agilidade necessárias para uma manutenção e conquista eficiente de novos clientes, mas estar em uma rede social não é o suficiente, é necessário a criação de conteúdos que interessem a seu público e uma rápida resposta aos contatos gerados por estes meios.

Existem aqueles que dizem que as redes sociais são apenas mais um modismo como tantos outros que já surgiram e desapareceram na mesma velocidade, mas o fato é que ao estudarmos os números gerados pela presença das redes sociais na internet não há como restar dúvidas sobre o assunto. Sabemos que caso o Facebook constituísse um país, ele teria a terceira maior população do mundo, ficando à frente inclusive do Brasil (4ª maior população mundial).

Quando você não ocupa espaço na rede, seu cliente encontra outra empresa no Google, ele recebe os twitters de promoção do concorrente, ele lê as vantagens do novo produto lançado em um blog que não é seu e que lhe informa que uma loja do shopping próximo terá uma promoção especial e esta loja não é a sua, e esta promoção pode ser “menos especial” que a de sua empresa, mas que de nada vai adiantar, porque o cliente não saberá da existência dela. Antes de ir à compra ele busca opiniões sobre o produto e a loja, ele repara primeiro nas empresas que possuem elogios e reclamações.

Algumas dessas empresas respondem as críticas negativas, assumem os erros, oferecem suporte e minimizam o desconforto gerado (interagem), enquanto outras não participam das discussões e demonstram mais uma vez pouco caso com sua clientela.

80% das postagens enviadas ao Twitter provem de dispositivos móveis como smartphone, isso significa pessoas interagindo com outras milhares de pessoas a toda hora e de todos os locais. É o boca-a-boca universal falando da marca enquanto a empresa dá as costas para o mundo das redes sociais, correndo o risco de que as redes sociais se vinguem fazendo o mesmo.

Add comment

® 2016. Todos os Direitos Reservados. Cca Propaganda.

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com